Novas regras de isolamento

Publicamos a informação das novas regras de isolamento para esclarecimento da Comunidade Educativa.

O Plano de Contingência encontra-se atualizado e disponível no site da escola, mas segue um pequeno resumo das orientações adaptadas no início do 2º Período, tendo em conta a situação epidemiológica atual:

As novas medidas assentam no princípio da responsabilização dos indivíduos e dos contextos, no atual paradigma de abordagem da epidemia provocada pela variante Ómicron.

A autogestão da doença é agora essencial. 

Contacto de alto risco: coabitante de um caso positivo, que não tenha dose de reforço ou não esteja no período de recuperação; 

Contacto de baixo risco: todos os demais contactos na escola. 


Na gestão dos casos confirmados positivos na escola, temos vindo a solicitar, conforme orientações das autoridades de saúde, testagem até ao 3º día após o último contato.

Neste momento de elevado nº de casos de infecção Covid19, o rigor na aplicação das medidas de segurança COVID19, a autovigilância e a testagem são importantes instrumentos ao nosso dispor. 

Se o/a seu/sua educando/a tiver sintomas sugestivos deve permanecer em casa até à realização de teste por um agente de saúde . Em caso de dúvida, fique em casa até esclarecer a situação. 

  • Caso positivo – não vai à escola e permanece em isolamento 7 dias, a menos que agrave o seu quadro clínico (poderão ser 10 ou mais días com indicação médica). 

O caso positivo não necessita de fazer nenhum teste para ter “alta”;

Os casos positivos não têm indicação para repetir teste nos 180 dias após infeção (período de recuperação), exceto se vierem a desenvolver sintomas na sequência de um novo contacto com um caso positivo: casos de reinfeção; 

  • Contacto de alto risco – não vai à escola e permanece em isolamento 7 dias. Os contactos de alto risco devem fazer 2 testes (Trag ou TAAN): ao 3º e ao 7º dia, sendo que este último, se for negativo, determina o fim do isolamento profilático. 
  • Contactos de baixo risco – serão considerados osalunos, professores e/ou funcionários (não coabitantes) que estiveram em contato na escola com pessoas que testaram positivo nesse mesmo dia e/ou que apresentaram sintomas e posteriormente testaram obtendo resultado positivo. 

Os contactos de baixo risco, deverão continuar a frequentar a escola, fazendo teste até ao 3º dia desde o último contacto (realizado por profissional de saúde) e enviar resultado ao/à Diretor/a de turma. Não há indicação para isolamento, mas devem fazer autovigilância de sintomas e restrição social (evitar       frequentar locais públicos, deslocando-se apenas de casa para o trabalho/escola – o imprescindível). No caso de sentir o estado de saúde agravar-se, debe contatar o SNS24 ou dirigir-se a serviços de atenção médica. 

  • Só tem indicação para isolamento as pessoas que tiverem um resultado positivo e seus cohabitantes (excepto os casos previstos na Norma 15/2020 atualizada). 


Sobre a justificação de faltas dos alunos, importa esclarecer que quando se realiza um autoteste e se obtém resultado positivo, este não é suficiente para justificar a ausência, sendo, portanto, necessária a realização de um Teste Rápido de Antigénio de uso profissional ou um Teste de PCR (TAAN).

É necessário obter a Declaração de Isolamento do SNS, que deverá ser enviada ao/à Diretor/a de Turma